Fotografo: Reprodução
...
Sem Legenda

Policiais civis da Delegacia do município de Curralinho, na Ilha do Marajó, conseguiram interceptar e prender um homem que estava em fuga na região, após ser acusado de estuprar uma adolescente de 13 anos. O crime teria ocorrido na cidade de Abaetetuba, região do Baixo Tocantins, no nordeste do Pará. O acusado é Edinaldo Vales Ferreira.

Ele foi preso no momento em que estava dentro de uma embarcação no porto de Curralinho, de onde pretendia fugir para fora do Estado do Pará. Conforme o delegado de Polícia, Lucas Machado de Sales, da Delegacia de Curralinho, a prisão de Edinaldo foi resultado de uma troca de informações entre Unidades Policiais da região do Marajó.

O acusado teve mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça pelo cometimento do crime de estupro de vulnerável. A vítima de 13 anos teria sofrido os crimes sexuais no convívio com o acusado, no município de Abaetetuba. A partir da denúncia do crime, as investigações resultaram na representação pela autoridade policial, de Abaetetuba, da prisão preventiva de Edinaldo.

Ele, no entanto, saiu em fuga do município no momento em que seria preso, por ordem judicial. As informações recebidas indicavam que o acusado, após deixar Abaetetuba, estava em fuga seguindo do município de São Sebastião da Boa Vista com destino a Curralinho, ambos municípios da região da Ilha do Marajó.

Após passar por Curralinho, explica o delegado Lucas de Sales, Edinaldo possivelmente partiria para o Estado do Amapá. "A equipe da Polícia Civil de Curralinho reconheceu Edinaldo, enquanto ele estava, em uma embarcação, no porto de Curralinho, e interceptou o fugitivo", detalha. O preso está recolhido na carceragem da Delegacia de Polícia de Curralinho no aguardo de transferência para o Sistema Penitenciário.