Fotografo: Reprodução
...
Sem Legenda

Devido aos vários casos de violência contra crianças, sobretudo bebês, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, anunciou que vem ao Pará para acompanhar a última denúncia envolvendo abuso de menores, feita na última quarta-feira (23). "Não dá mais para suportar tanto estupro de bebês. Estou indo sábado para o Marajó e vou atrás deste bebê. Se preciso for e se tiver autorização removeremos ela para Belém ou quem sabe até mesmo para Brasília", disse a ministra em uma rede social.

No mais recente caso, uma bebê de apenas nove dias de nascida foi internada com indícios de estupro em Portel. O crime teria ocorrido no dia 17 deste mês. As equipes da delegacia do município fazem diligências para localizar e prender o autor da violência sexual. A mãe da criança a levou para a unidade hospitalar e a equipe de saúde que fez o atendimento constatou a violência sexual. Foi esse caso que fez a ministra anunciar a vinda ao estado.

Em nota, a Polícia Civil informou, nesta quinta-feira (23), que segue investigando o caso. Um servidor do Centro de Perícia Científicas Renato Chaves seguiu na manhã de hoje para o município onde fará a perícia técnica na criança. "A Diretoria de Polícia do Interior acompanha o caso por meio da Delegacia  de Portel e da Divisão de Atendimento à Mulher de Breves", disse a polícia.